Arquivos do Blog

Um segredo nas aventuras do D&D

Ou: Dungeons & Dragons pode estar escondendo algo no meio de suas aventuras.

Aparentemente, o Dungeons & Dragon tem escondido algo misterioso em todas as suas aventuras. Algo envolvendo obeliscos altos que exalam um tipo desconhecido de magia.

No final de semana passado, eu decidi ler a Out of the Abyss, aventura de Dungeons & Dragons de 2015, envolvendo o Subterrâneo e demônios, enquanto voltava para casa do evento “Stream of Many Eyes“. Enquanto lia a aventura, me deparei com a descrição de um misterioso obelisco negro escondido nos Whorlstone Tunnels, abaixo da cidade duergar de Gracklstugh, no Subterrâneo.

A estrutura tem 15 metros de altura e é toda feita num “metal alienígena” que exala um tipo estranho de “quase-magia”. Ela tem uns pedaços faltando e, se os personagens encontrarem fragmentos dela em outras partes das cavernas, o obelisco as absorverá e irá “se curar”, perdendo algumas de suas rachaduras e deformidades.

Curiosamente, a aventura não provê uma explicação sobre a natureza do obelisco. De início, eu achei que fosse apenas um gancho de história não explorado deixado para que os mestres de jogo pudessem aproveitar. Mas depois eu descobri que há outros obeliscos parecidos escondidos em outras campanhas de D&D.

Por exemplo: a cidade de Nighstone, na Storm King’s Thunder, foi batizada por conta de um misterioso obelisco enorme e negro que irradiava magia, apesar dele ter sido roubado por gigantes antes do começo da aventura. Há ainda um obelisco negro de pedra no Shrine of Bleeding Stone, na aventura Princes of the Apocalypse, e um obelisco rachado que foi dilapidado por Acererak e que contém um demônio, que fica de pé na frente dos Rotten Halls, na Tomb of Annihilation. Os obeliscos possuem tamanhos diferentes, mas todos parecem ter qualidades mágicas estranhas e parecerem fazer parte de algo maior e desconhecido.

Apesar de obeliscos não serem algo incomum em histórias de fantasia, parece bastante que o D&D está usando eles para sinalizar algo… De fato, fóruns como o Reddit e o ENWorld estão cheios de teorias de que os obeliscos são elos que ligam tudo a uma aventura maior planejada para o futuro.

E eles não parecem ser postos ali aleatoriamente mesmo. No AMA de 2017 no Reddit, o diretor criativo da linha, Mike Mearls, disse que não poderia responder quando perguntaram a respeito dos obeliscos.

Ainda teremos de esperar para ver se outro obelisco negro aparecerá em Águas Profundas ou na Undermountain (alguém lembra como traduziram o nome dessa dungeon para o português?) nas aventuras que irão sair ainda este ano. Também será interessante ver se esses obeliscos aparecem ou oferecem alguma conexão com um dos cenários de campanha que poderão aparecer em publicações oficiais ainda este ano.

Que outros mistérios escondidos você encontrou durante sua exploração do cenário de Forgotten Realms? Comenta aí!

 

Fonte: ComicBook.com ‘Dungeons & Dragons’ Might Be Hiding a Secret in All of Its Adventures

Anúncios

Tomb of Annihilation é a nova campanha de D&D!

“Indiana Jones com zumbis” é um dos termos que estão usando para descrever a nova aventura lançada pela Wizards of the Coast. Com lançamento previsto para o dia 8 de Setembro em algumas lojas especializadas e 19 de Setembro pro resto do mundo, a reencarnação espiritual da famosa dungeon Tomb of Horrors vai chegar para a nova edição no Continente Perdido de Chult, em Forgotten Realms.

Eis a nota de lançamento traduzida:

Atreva-se a desafiar a morte nesta aventura para o maior RPG do mundo.

O assunto mais corriqueiro nas ruas e tavernas tem sido sobre essa chamada maldição da morte: uma doença fatal que aflige qualquer um que tenha sido trazido de volta à vida. As vítimas vão ficando mais fracas e magras a cada dia, aos poucos sendo trazidas de volta à morte da qual escaparam.

Quando elas finalmente sucumbem, não podem ser reanimadas – aliás, ninguém mais pode ser reanimado, mesmo quem jamais morreu no passado. Templos e estudiosos da magia divina não conseguem explicar tal maldição que abateu-se sobre uma região inteira (e, possivelmente, o mundo todo).

A causa é um artefato necromântico chamado Fomentador de Almas, que está em algum lugar de Chult – uma misteriosa península no extremo sul, cercada por montanhas e tomada por florestas tropicais.

Uma aventura criada por Christopher Perkins, Will Doyle e Steve Winter, com design adicional de Adam Lee. A história contou com a consultoria do premiado criador de Hora de Aventura, Pedleton Ward.

Leia o resto deste post