Arquivos do Blog

Warcraft 5e: Defensores da Fé pt. II

Semana passada falamos sobre os clérigos de Azeroth, seu papel no mundo, os domínios concedidos pelas entidades veneradas por eles e como estas diferenciam-se dos deuses comuns em outros universos.

Neste post vamos apresentar os dois domínios novos exclusivos de clérigos do cenário de Warcraft, bem como algumas magias novas relacionadas a estes domínios.

Leia o resto deste post

Warcraft 5e: Defensores da Fé pt. I

Semana passada vocês ficaram com uma classe nova para representar os Cavaleiros da Morte. Agora vamos trabalhar com um pessoal com uma origem de poderes diametralmente oposta à dos antigos servos do Rei Lich: os Clérigos de Azeroth. Os clérigos neste mundo possuem uma diferença na forma de acessar os poderes divinos. Apesar de ainda receberem seus dons devido à dedicação aos deuses, a abordagem que eles dão à fé e à manifestação de suas crenças é mais pragmática, no lugar de dogmática.

O quê quero dizer com isso? Que os sacerdotes de Azeroth possuem uma liberdade maior de ajustar o seu entendimento do funcionamento dos poderes divinos do que seria esperado de devotos em outros mundos. Eles abordam sua relação com suas religiões de uma forma bem mais racional, aproximando-se bastante de como um mago ou bruxo faria. Eles efetivamente estudam o funcionamento da magia divina e conseguem fazer um esforço consciente de como adaptar sua forma de manifestar sua fé através dos dons mágicos.

Tentei representar isso em jogo oferecendo uma seleção maior de domínios clericais para cada religião/deus/força filosófica, apresentando sempre no mínimo dois domínios dentre os quais o clérigo possa escolher. Isso deve representar bem a variedade nas manifestações da fé dos sacerdotes de cada filosofia.

Neste post vou apresentar uma visão geral dos clérigos no mundo e os domínios oferecidos pelas religiões mais ativas. No próximo, a gente entra mais na parte das regras, vendo dois domínios novos e um punhado de magias exclusivas.

Leia o resto deste post