Arquivos do Blog

Warcraft 5e: Capetagem e outras bruxarias – pt. II

Então, no post anterior, eu abordei um pouco sobre o lugar dos bruxos de Azeroth dentro do cenário e também ofereci alguns exemplos de como trabalhar entidades importantes do cenário na função de patronos transcendentais.

No post atual, vamos dar uma olhada nas coisas legais que o cenário tem a oferecer para esta classe. Aí vão algumas Invocações Místicas novas, bem como magias clássicas do cenário, adaptadas para o Dungeons & Dragons 5ª Edição.

Leia o resto deste post

Warcraft 5e: Capetagem e outras bruxarias – pt. I

Atrasado, eu sei, mas esse post deu bastante trabalho. De fato, tanto trabalho que decidi separar os bruxos de Azeroth em dois posts. Neste, vamos trabalhar mais com a discussão de como lidar com Bruxos de diferentes patronos dentro do cenário e oferecer algumas ideias de agentes conhecidos que podem ter os personagens como agentes. No seguinte vou apresentar algumas características e magias novas pensadas especialmente para a classe (mas vou já mencionar tais magias agora, para dar um gostinho).

E aí, vamos ver como ficou o posicionamento da classe no cenário?

Leia o resto deste post

Tormenta 5e parte V: Bruxos

Tormenta para D&DNas quatro partes anteriores desta adaptação, eu falei sobre como lidar com as raças do D&D e de Tormenta caso quisesse usá-las no cenário e comecei a abordar as classes falando dos Bárbaros e Bardos. Nesta parte, vou trazer as informações de cenário a respeito dos Bruxos. Ia abordar também os clérigos, mas as regras dos devotos divinos estão se provando serem as mais demorada de sairem. Os deuses de Arton possuem um papel importante dentro do cenário e a gama de poderes que eles concedem aos seus sacerdotes é muito ampla. Por isso mesmo, adaptar os clérigos de Tormenta para funcionarem sob o paradigma de regras do D&D é razoavelmente simples, porém, é necessário muito trabalho braçal para cobrir tantos poderes e convertê-los direitinho em magias e domínios novos. Então, os clérigos vão ficar para a próxima parte. Hoje só vai ter bruxo aqui.
Leia o resto deste post

Pactos Infernais – parte III

Chegamos, então, ao post final desta série curta sobre pactos infernais para warlocks. Caso não tenha lido os posts anteriores, recomendo que o faça. Eles podem ajudar bastante para tornar este aspecto de seu personagem mais interessante de ser explorado.

Então, vamos ao material.
Leia o resto deste post

Pactos Infernais – parte II

D&DContinuando o assunto sobre pactos infernais para warlocks, vamos falar um pouco sobre os tipos de patronos que eles podem ter. Caso não tenha lido o primeiro post desta série, recomendo que o faça antes de seguir. E caso não tenha visto, saiba que o terceiro e último post desta série já foi publicado.
Leia o resto deste post

Pactos Infernais – parte I

D&DVou começar agora uma série em três partes explorando a opção de Pacto Infernal dos Bruxos da nova edição do Dungeons & Dragons. Obviamente, as informações presentes aqui são todas ficcionais.

Sem mais delongas, aí vai:
Leia o resto deste post