Tormenta 5e parte X: Feiticeiros

Tormenta para D&DDécima parte de nossa série adaptando Tormenta como um cenário de Dungeons & Dragons 5ª Edição. Devagarinho e com alguns atrasos, mas estamos avançando para em breve termos um guia bem legal para quem quiser. Chegaram a ver o teaser do primeiro capítulo do manual que foi postado na segunda passada?

Bom. Mas chega de falar do que passamos. Vamos nos concentrar na classe de hoje: o Feiticeiro. Uma das classes preferidas dos jogadores desde o Tormenta d20, há feiticeiros de muitos tipos diferentes em Arton, e isso pede que apresentemos ao menos uma origem nova.

Feiticeiros

O feiticeiro é alguém com mágica fluindo nas veias, capaz de assombrosos efeitos arcanos. Uma menina de seis anos pode incendiar um castelo com chamas mágicas. Um brutamontes ignorante pode congelar seus inimigos com frio elemental. Um goblin magro e miserável pode parar o tempo. Feiticeiros podem ter qualquer idade, histórico ou aparência, pois seu poder é inato.

Sem contar com fórmulas e receitas, o feiticeiro está sempre arriscando, experimentando. Aprende por tentativa e erro. E quando um erro pode resultar em relâmpagos ou bolas de fogo descontroladas, não é surpresa que muita gente prefira manter distância de feiticeiros…

Origens de Feitiçaria

Linhagem Dracônica: Dragões são seres muito mágicos e muito poderosos. Alguns deles possuem o hábito de assumir formas humanóides e manter romances com mortais. O resultado imediato deste cruzamento é um meio-dragão. Mas à medida que o sangue vai afinando e os descendentes seguintes vão nascendo meros mortais novamente, sua natureza mágica vai tornando-se dormente. De vez em quando tal herança desperta e alguns indivíduos nascem com poderes mágicos inatos. Às vezes a própria família não sabe explicar a origem de tal acontecimento, já esquecida de haver um ancestral dracônico.

Magia Selvagem: Indivíduos desta origem são pessoalmente abençoados por Wynna, a deusa da magia. Conhecida por conceder poderes mágicos livremente, sem seguir nenhum critério que seja compreensível pelos mortais – possivelmente atendendo apenas aos próprios caprichos – ela pode imbuir de poderes mágicos indivíduos de qualquer raça.

Nova Origem de Feitiçaria: Linhagem Elemental

Muitas criaturas elementais visitam este mundo, seja por esforço próprio, seja convocadas por magia. Apesar destas criaturas normalmente não desejarem manter assuntos com os mortais do plano material, existem algumas que terminam lidando de maneira mais próxima com os nativos de Arton. Os gênios são seres elementais notórios por terem filhos com mortais. Feiticeiros com esta origem elemental possuem um ou mais casos de cruzamentos deste tipo dentre seus ascendentes – quer ele saiba disso ou não. A carga mágica de um cruzamento assim pode ficar muitas gerações dormente, até manifestar-se de súbito numa família que não estava ciente de sua raiz extraplanar.

Ascendência Elemental

No 1º nível, você escolhe um elemento para ter maior afinidade. O tipo de dano associado ao elemento será usado por características que você ganhará posteriormente. Você pode falar, ler e escrever no dialeto associado ao seu elemento, mostrado na tabela abaixo.

Elemento Elemento Oposto Idioma Adicional Tipo de Dano
Água Fogo Aquan Frio
Ar Terra Auran Elétrico
Fogo Água Ignan Fogo
Luz Trevas Celestial Radiante
Terra Ar Terran Ácido
Trevas Luz Infernal Necrótico

Sempre que for interagir com um elemental diretamente associada ao mesmo elemento de sua ascendência, ele tenderá a ser mais amistoso com você. Você tem vantagem nos testes de Carisma que tenham como alvo tais criaturas. No entanto, criaturas do elemento oposto ao seu normalmente possuem maior antipatia por você. Você tem desvantagem nos testes de Carisma que as tenham como alvo.

Afinidade Arcana

O contato com as energias mágicas associadas ao seu elemento além de ser mais fácil, é algo que vem natural para você. Sempre que você for lançar uma magia que cause dano ácido, elétrico, de fogo, de frio, necrótico ou radiante, você tem a opção de gastar 1 ponto de feitiçaria para mudar o tipo do dano causado para o tipo associado à sua ascendência elemental.

Além disso, sempre que gastar pontos de feitiçaria para criar espaços de magia, através da característica Fonte de Magia, com a finalidade de lançar uma magia da Escola de Magia e/ou com o Tipo de Dano associados ao seu elemento, você paga 1 ponto de feitiçaria a menos.

Ex: Ahmed é um feiticeiro da linhagem do fogo e deseja gastar pontos de feitiçaria para criar um espaço de magia de 3º nível para lançar uma Bola de Fogo. Isso normalmente lhe custaria 5 pontos de feitiçaria. Como a magia causa dano por fogo, criar o espaço de magia para soltá-la custará apenas 4 pontos. Se Fátima, uma feiticeira da linhagem das trevas, tentar fazer o mesmo, ela pagará 5 pontos de feitiçaria, já que a magia não causa dano necrótico (tipo associado às trevas). Contudo, ela pode pagar o mesmo valor para lançar uma Bola de Fogo de dano necrótico – porque mudar o tipo de dano para necrótico custa 1 ponto de feitiçaria para ela, mas ao fazê-lo, ela tem acesso ao desconto especial de sua linhagem.

Afinidade Elemental

A partir do 6° nível, quando você conjurar uma magia que cause dano do tipo associado à sua linhagem elemental, adicione seu modificador de Carisma ao dano total da magia. Ao mesmo tempo, você pode gastar 1 ponto de feitiçaria para ganhar resistência a esse tipo de dano por 1 hora.

Dom Elemental

No 14º nível, você adquire uma característica especial baseada em sua linhagem elemental:

Água: como uma ação bônus em seu turno, você pode brotar guelras em seu pescoço e nadadeiras entre seus dedos dos pés e das mãos. Você adquire um deslocamento de natação igual ao seu valor atual de deslocamento terrestre – bem como a capacidade de respirar embaixo d’água, comum a qualquer criatura com um valor de deslocamento na água. Tais modificações duram até que você as dissipe, com uma ação bônus no seu turno.

Ar: como uma ação bônus em seu turno, você pode alçar vôo sem a necessidade de asas. Você adquire um deslocamento de vôo igual ao seu valor atual de deslocamento terrestre. Você pode desligar essa característica como uma ação bônus em seu turno.

Fogo: quando rolar o dano de suas magias que causem dano por fogo, você pode rolar novamente quaisquer dados que tenham resultado igual a 1. Caso o dado re-rolado tire novamente 1 como resultado, você deve aceitá-lo.

Luz: as magias do Domínio da Vida (LDJ, pg. 70) passam a fazer parte da lista de magias de feiticeiro para você e são automaticamente consideradas como magias conhecidas para você, sem contar para o limite de magias conhecidas por nível, tão logo seja capaz de conjurá-las.

Terra: sempre que lançar uma magia da escola de abjuração, você ganha uma quantidade de pontos de vida temporários igual ao seu modificador de Carisma x o nível da magia (lembrando que truques são magias de nível 0). Estes pontos de vida temporários são ganhos por você ou um de seus aliados, mas é necessário que você gaste uma reação ainda no seu turno para aplicá-los, senão serão perdidos. Tais pontos de vida temporários duram até serem gastos, até você ganhar outros pontos de vida temporários, ou até você fazer um descanso curto ou prolongado.

Trevas: sempre que lançar uma magia da escola de necromancia, você recuperará uma quantidade de pontos de vida igual ao seu modificador de Carisma x o nível da magia (lembrando que truques são magias de nível 0).

Apoteose Elemental

No 18º nível, você transcende sua natureza mortal e torna-se um elemental. Você passa a ter resistência ao tipo de dano associado ao seu elemento, torna-se imune a venenos de todos os tipos, exaustão, bem como à condição envenenado; e adquire visão no escuro de 18m – caso já possua, dobre o alcance de sua visão no escuro.

Além disso, você pode converter o dano de qualquer magia da escola de Evocação que cause dano ácido, elétrico, de fogo, de frio, necrótico ou radiante no tipo de dano associado ao seu elemento, sem a necessidade de gastar pontos de feitiçaria para isso.

——

O que acharam do feiticeiro artoniano? Alguma sugestão sobre a origem elemental? Opine. Estou acompanhando todo o feedback que vocês têm mandado.

Anúncios

Sobre CF

A fellow brazillian player.

Publicado em 28/03/2016, em Adaptação e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Diogo Peres dos Santos

    Olá, muito bom o seu trabalho de adaptação, vi que o site aqui parou, mas você continuou com o projeto em outro local?
    Parabéns pelo trabalho tão maneiro! Abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: