Perguntas e Respostas com o Principal Story Designer do D&D

D&DSemana passada, Christopher Perkins, o Principal Story Designer do Dungeons & Dragons 5ª Edição, participou de um AMA (Ask Me Anything, Me Pergunte Qualquer Coisa) do Reddit. No evento, ele se ofereceu para responder perguntas sobre as histórias do D&D (como eles têm chamado as campanhas prontas lançadas) e de sua vida na Wizards of the Coast. O Morrus, do EN World, compilou as partes mais interessantes do que foi dito lá.

Este AMA concentrou-se mais na campanha vindoura Curse of Strahd, mas houve informações sobre outras coisas, inclusive deixas sobre uma possível colaboração de Perkins no show Critical Role, do canal Geek & Sundry no YouTube. Como sempre, o funcionário da Wizards não comentou sobre produtos futuros não-anunciados. Porém, ele ofereceu uma amostra com um antecedente novo criado para a Curse of Strahd: o Haunted One.

Curse of Strahd:

Eu percebi que na Death House (uma aventura introdutória para a Curse of Strahd, publicada na Dragon+) é mencionado o uso de novos Antecedentes. É possível desenvolver mais sobre isso?

Há um novo antecedente na Curse of Strahd chamado “haunted one”. Ele começa com: “Você é assombrado por algo tão terrível que sequer se atreve a falar a respeito. Você tentou deixar isso no passado e fugir, mas não adiantou…” Eu criei ele com a ajuda do Jeremy Crawford e adorei o resultado.

Com o lançamento da DMs Guild e da OGL, e Curse of Strahd aparentemente levando os aventureiros para uma nova direção, você diria que o D&D 5ª Edição está entrando em uma nova fase da vida? Se sim, como descreveria os objetivos/direção desta nova fase?

Strahd representa uma aceitação do grande multiverso do D&D. Nós continuaremos a contar histórias em Forgotten Realms, mas CoS é uma tijolada para todos que diziam que a Wizards não voltaria a visitar seus outros cenários clássicos. Nós demos dicas da vinda da CoS nos livros básicos. Eles contém muitas dicas de histórias que pretendemos contar no futuro.

Cenários de horror gótico sempre tiveram um lugar especial em meu coração, desde quando era criança assistindo o meu pai pelejar para jogar os jogos clássicos de Castlevania no Nintendo e Super Nintendo. Eu estou bastante empolgado com a chegada do Curse of Strahd, e eu tenho algumas perguntas que faço como um mestre preparando-se para narrá-la: Qual é (se é que existe) a quantidade de jogadores necessários para esta campanha? Os mapas 3D do Castelo Ravenloft na Expedition to Castle Ravenloft da 3.5 eram difíceis de serem interpretados e representados nos meus mapas quadriculados. O livro com a nova aventura terá os mapas planos tradicionais?

A Curse of Strahd foi criada para 4-6 personagens. Nela, os mapas do Castelo Ravenloft são renderizados isometricamente, da mesma forma que os mapas originais do Castelo Ravenloft. Todos os demais mapas são planos.

Outras companhias colaboraram com vocês para fazer a Curse of Strahd, da mesma forma que a Green Ronin e a Kobold Press colaboraram para as aventuras anteriores?

A Curse of Strahd foi um trabalho exclusivo da nossa editora. Nós não fizemos qualquer parceria com estúdios ou demais empresas. Nós trabalhamos em conjunto com Tracy e Laura Hickman, entretanto.

Há regras para Testes de Poder no livro?

Há regras novas na Curse of Strahd. Específicas para aventuras nas terras da Baróvia. Por exemplo: há uma regra para “loucura de ressurreição”. Sem “testes de poder” especificamente, mas a CoS tem algo parecido em um de seus capítulos.

Há um mapa atualizado de todo o domínio de Baróvia (incluindo vilas como Vallaki e Teufeldorf)?

Sim. Vallaki está no livro. Teufeldorf não.

Há novas mecânicas na aventura de Ravenloft Curse of Strahd? Como magias, talentos ou subclasses?

A Curse of Strahd é uma aventura, portanto, feita especialmente para os mestres. Apesar dela conter algumas coisas feitas para personagens (inclusive itens mágicos), não há novas magias, talentos ou subclasses.


 

Critical Role:

Houve bastante discussão a respeito do show Critical Role. Parece bem provável que Chris Perkins e Matt Mercer colaborarão em algum momento. Eis as citações relevantes:

Eu prevejo que antes do final do ano, vocês me verão jogando no lugar de mestrando.

Eu assisto o Critical Role. É maravilhoso. Quanto talento! Eu fico de cara com a generosidade dos fãs e seu trabalho excelente. Matt Mercer é um narrador e tanto. Eu gosto como ele sabe trabalhar com as emoções dos jogadores.

…[respondendo sobre a possibilidade de Perkins e Mercer trabalharem juntos] Sim, eu acho que sim.


 

Mais coisas:

Então tivemos Dragões & Facções, Elementais, Underdark & Demônios, e agora Vampiros. No início do processo de escolha dos temas, o que procuravam nos elementos das histórias? Quais os requisitos que estas histórias cumprem para serem consideradas por vocês? E o que elas atenderam de forma que vocês não procurem mais por tais coisas nas histórias futuras? E “apresentar a ficha de uma criatura única como Tiamat/Imix/Orcus/Strahd” é um requisito para todas as suas histórias?

Tentamos usar os elementos icônicos do D&D em nossas histórias. Dragões são uma escolha óbvia para a primeira da 5E. Eu gosto de buscar coisas que já são velhas no D&D e dar uma nova cara a elas. Por exemplo: pegar o Underdark e misturar ele com temas de Alice no País das Maravilhas. Para a Curse of Strahd, nós apenas queríamos reintroduzir um vilão clássico e mostrar a profundeza de sua maldade.

[Sobre a legalidade de distribuir materiais antigos da Wizards of the Coast] Os artigos da Dungeon Master Experience pertencem à Hasbro e não poderiam ser vendidos ou distribuídos sem nossa permissão. Com as mudanças estruturais de nosso site, o conteúdo da DMXP ficou difícil de ser encontrado. A empresa está buscando formas de tornar o conteúdo mais fácil de ser localizado, mas não é uma de nossas maiores prioridades.

[Sobre convenções] Nós estamos tentando cobrir mais convenções locais este ano. Por exemplo: eu estarei na GaryCon em Lake Geneva, WI, na próxima semana. Estarei na PAX East em Boston nesta primavera (e sim, também estarão o resto da Acquisitions Incorporated).

[Cenários futuros] Eu não posso falar do que estamos planejando para o futuro. Entretanto, eu posso dizer que estamos tentando ouvir mais vocês. Se houver um grande desejo por algo, e essa demanda chegar em nossos ouvidos, há uma chance de alocarmos recursos para tentarmos entregar o que querem. E sobre ouvidoria: Nós nos concentramos mais em Forgotten Realms por ser o nosso cenário mais popular.

Vocês terão influência criativa sobre o filme do D&D?

Sim.

Há a preocupação do conteúdo da DM’s Guild arriscar a diluição da história “oficial” ou princípios das regras?

Não. A DMs Guild oferece ao D&D o que ele sempre precisou: uma forma de seus fãs expressarem sua criatividade. Nada que é postado lá é considerado oficial a menos que nós digamos o contrário. Mas ser oficial ou não é algo bem sem importância se comparado com a palavra do mestre.

A Curse of Strahd é a primeira aventura da 5ª edição que se passa fora de Forgotten Realms. Quão arriscado você considera isso? Há relutância por parte da WotC/Hasbro de explorar fora dos Reinos por medo de alienar parte de seu público?

Os livros básicos da 5E dão bastante ênfase ao fato do D&D ser um multiverso que engloba muitos mundos e planos. A Curse of Strahd embasa mais isso. Não é um risco para nós.

Em Out of the Abyss, o que os levou à decisão de não incluir uma seção lidando diretamente com Orcus? Foi só uma questão de tempo e espaço, ou houve uma razão que não aparece na narrativa até o finalzinho da aventura? Eu estou mestrando ela e penso em adicionar algo que o involva, possivelmente como uma trama paralela antes deles irem ver Bruenor. Algum conselho?

Nós estávamos contando com um romance que explicaria a trama do Orcus. O romance terminou não saindo por motivos além de nosso controle.

Quanto acha que vai demorar para vermos um lançamento de um produto completo dos Psiônicos que vimos nos artigos da Unearthed Arcana? Como tem sido o playtest deles?

Nós estamos prestando atenção no que as pessoas acham do pouco a respeito dos psiônicos que publicamos, mas ainda é muito cedo para saber o quanto do material ainda precisará ser mudado. Eu não consigo dizer se ou quando lançaremos um produto ligado aos psiônicos.

Quando veremos ou ouviremos a próxima história do Acquisitions Inc.?

O grupo Acq Inc. voltará na PAX East deste ano. Eu não posso dar detalhes do que faremos neste ano, mas será algo surpreendente.

Eu queria saber se há planos para lançar um app para acompanhar o progresso de personagens da Adventurer’s League.

Eu não sei dizer sobre apps nos quais nós estamos trabalhando (ou não).

Há algum plano de ligar Magic: The Gathering com o D&D (por exemplo: suplementos para alguns dos cenários de Magic)?

Eu não sou contra essa idéia. E acho que tem chances disso acontecer um dia.

Eu sei que o jogo continua bastante popular, mas, por exemplo, na Europa parece que ele não anda tão popular. Eu acho que é porque os livros não estão disponíveis em outras línguas. É caro assim traduzí-los para outras línguas ou vocês sentem que não há público para isso? Eu sou da Holanda e não consigo encontrar os livros em quase nenhum lugar.

Eu não tenho noção sobre esse assunto. Eu nunca me envolvi com a parte de tradução dos livros, mas eu sei que é necessário um forte acompanhamento para garantir a qualidade.

Antecedente: Haunted One

Fonte: EN World | Perkins AMA Compiled; Haunted One Background Preview

Anúncios

Sobre CF

A fellow brazillian player.

Publicado em 01/03/2016, em Notícias e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: