#RPGaDay2015 – Dia 02: Jogo do Kickstarter cujo apoio lhe foi mais prazeroso

logo #RPGaSAY2015Este é um post da gincana virtual #RPGaDAY2015. É uma campanha interessantíssima que visa fomentar a discussão sobre RPGs na rede. Clique na imagem ao lado para alcançar uma página onde eu explico melhor a respeito desta brincadeira. Se você gostou da idéia, participe você também! Não precisa ter blog. Pode soltar a sua opinião nas mídias sociais e comentar quando ver esse tipo de artigo. O importante é fomentar o debate, não importa muito o meio.

Seguindo o que eu havia prometido no dia 10, vou apontar uma resposta nacional e outra internacional. Vamos lá?

Jogo do Kickstarter cujo apoio lhe foi mais prazeroso (Nacional): 13ª Era

Livro 13a EraEu fiquei bastante chateado de não ter apoiado a campanha de financiamento coletivo deste jogo em sua versão original. Um jogo muito bom, bastante esperto, que toma muitas decisões de design bastante inovadoras e óbvias ao mesmo tempo – como o sistema de ícones, que me lembra muito as mecânicas de alegiance (lealdade/fidelidade) que eu havia visto em algumas adaptações do Sistema d20, com alguns toques das Keys do Shadows of Yesterday – e faz um jogo que me parece ter um sistema com uma curva de aprendizado tranquila e ser bastante suave de mestrar.

Infelizmente, eu não posso confirmar essas suspeitas, porque não mestre nem joguei o 13ª Era ainda. Apenas li o básico e emprestei para um amigo que havia me prometido que mestraria. Mas ele até hoje me enrola com esse jogo que não sai nunca. =/

Espero que agora, com uma versão em português, surjam mais mestres dispostos a tocar um jogo com esse sistema. Porque eu estou louco para jogar essa bagaça.

Inclusive, a campanha de financiamento do 13ª Era em português ainda está rolando no Catarse, em seus dias finais. Se quiser ajudar a trazer esse jogaço para o Brasil, a hora é agora. Eu acho que vai valer bastante a pena ajudar quando essa obra prima do RPG chegar em sua casa. Ainda mais porque quem está trazendo é a New Order Editora, uma novata no mercado que me impressionou primeiro pela ótima seleção de jogos que eles querem trazer (pelo menos metade deles são jogos que eu adoro) e depois pela qualidade foda que colocaram no livro básico do Lenda dos Cinco Anéis (um de meus RPGs preferidos).

Se o jogo for financiado, terá sido um dos meus melhores investimentos em RPG deste ano. E possivelmente o meu preferido de todas as campanhas de financiamento coletivo nacional.

Jogo do Kickstarter cujo apoio lhe foi mais prazeroso (Internacional): Fate

Capa Fate CoreO Fate, lançado aqui no Brasil pela Solar Entretenimento através de uma campanha no Catarse, é um sistema narrativo sensacional. Com um sistema de criação de personagens ultra simples e um sistema integrado que faz com que a própria criação dos personagens já forneça bastante material para o mestre de jogo, ele é relativamente antigo. Vindo do Fudge, ele é o sistema por trás do Espírito do Século, Legends of Anglerre, Diáspora. Porém, a cada incarnação, a cada jogo que ele era usado, o sistema evoluía um pouquinho mais.

Foi com o lançamento do Dresden Files RPG, um jogo simplesmente sensacional baseado em uma série de livros que eu acho muito legal, que eu senti que o sistema amadureceu até o ponto que eu considero perfeito. E aparentemente, os designers concordam, porque foi essa versão do Fate que eles pegaram para lançar como um sistema genérico.

Tão logo foi anunciada a sua campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, eu pulei para fazer o pledge. De fato, eu estava tão confiante que seria um negócio muito foda, que eu apoiei para receber dois livros – para poder presentear uma amiga que eu tinha certeza de que gostaria do sistema (e que mestraria, porque eu não sou tão bobo assim). Não me arrependo nem por um instante de ter feito essa escolha. Das poucas vezes que joguei/mestrei o Fate, não teve uma só que eu não tenha me divertido bastante.

Dinheiro muito bem gasto, se você quer saber a minha opinião!

Anúncios

Sobre CF

A fellow brazillian player.

Publicado em 24/08/2015, em Opinião e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: