#RPGaDay2015 – Dia 11: Autor de RPG preferido (nacional e internacional)

logo #RPGaSAY2015Este é um post da gincana virtual #RPGaDAY2015. É uma campanha interessantíssima que visa fomentar a discussão sobre RPGs na rede. Clique na imagem ao lado para alcançar uma página onde eu explico melhor a respeito desta brincadeira. Se você gostou da idéia, participe você também! Não precisa ter blog. Pode soltar a sua opinião nas mídias sociais e comentar quando ver esse tipo de artigo. O importante é fomentar o debate, não importa muito o meio.

Como avisei ontem, estou passando a falar de uma escolha nacional e outra internacional para o #RPGaDAY2015. Porém, nesta escolha de autor preferido, eu vou deixar de oferecer uma escolha nacional.

A cena do RPG brasileiro é composta por muita gente competente e acessível. Você tem facilidade de conseguir um canal de comunicação com a maioria dos autores nacionais (se não todos) e provavelmente será respondido dentro de pouco tempo. Além disso, muitos dos autores trocam muitas figurinhas on-line nos sites de mídia social.

Toda essa proximidade termina gerando um conflito ético muito ruim para mim. Essencialmente, eu conheço e me considero próximo demais de todos os autores que eu poderia indicar aqui. Sinto que eu seria incapaz de oferecer uma análise isenta o bastante. E se eu não me sinto confortável de apontar um autor preferido dentre meus conhecidos próximos, os que eu não conheço direito eu simplesmente não tenho familiaridade o suficiente com o trabalho para poder fazer uma avaliação válida.

Eu sei que o #RPGaDAY2015 é só uma brincadeira, mas não acho legal escolher o melhor entre amigos. Mesmo em brincadeiras.

Então, vou parar de enrolar vocês e passar logo para os gringos.

Autor de RPG preferido (internacional): Steve Kenson

Steve KensonSteve Kenson é um dos principais autores da Green Ronin, responsável por jogos como Mutantes & Malfeitores e Blue Rose (e por tabela, o True20 e o Fantasy AGE). Ele ainda foi um dos autores do Silver Age Sentinels, bem como escreveu material para os principais jogos de super-heróis: Aberrant, Champions, DC Universe, Marvel Super-Heroes Adventure Game (sim, aquele da década de 80). Ele ainda escreveu alguns romances para Shadowrun.

Além da vida de autor, ele é um grande ativista da causa LGBT, tendo ajudado a fundar um grupo de apoio para gays, lésbicas, bissexuais, jovens que questionam sua sexualidade e aliados da causa na cidade de Nashua, em New Hampshire, nos Estados Unidos. Neste grupo ele trabalhou como voluntário e facilitador por treze anos.

Quem acompanha ele nas mídias sociais sabe que o cara é bastante solícito, adora conversar com os fãs sempre que possível, e é uma das pessoas mais razoáveis e tranquilas que você jamais encontrará.

Anúncios

Sobre CF

A fellow brazillian player.

Publicado em 11/08/2015, em Opinião e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: